Projeto da Vila Hípica

A sede do Jockey Club do Rio Grande do sul foi tombada pela prefeitura de Porto Alegre em 2005 pelo significado e importância de sua arquitetura (ver A CONSTRUÇÃO DA NOVA SEDE DO JOCKEY CLUB). Em 2011 o COMPAHC aceita a proposta de encurtamento da pista de corridas para o padrão de uma milha e define a área de entorno do bem tombado. Isto abre caminho para que a Kiefer ARQUITETOS elabore um plano diretor para toda a área do clube. Encaminhada à CAUGE este plano é aprovado em forma de diretrizes urbanísticas (ver planta e imagens), garantindo a sustentabilidade futura do clube. A solicitação de diretrizes visava:

  1. restaurar e proteger o patrimônio histórico tombado;
  2. viabilizar a sustentabilidade do JCRGS;
  3. preservar e valorizar a atividade turfe associada ao Jockey Club;
  4. implantar uma nova Vila Hípica;
  5. estabelecer uma inserção urbana mais adequada e valorizada – integrada ao bairro;
  6. controlar e valorizar o “pano de fundo” da pista de corridas;
  7. aproveitar oportunidade histórica da onda de investimentos na região, a saber, Barra Shopping, Av. Tronco, BRT, Terminal Hidroviário.

A partir da aprovação das diretrizes, o clube tem se dedicado a realizar diversas benfeitorias, como a reforma total da pista de corridas, colocando-a em um padrão de qualidade internacional; substituição da escada rolante de acesso ao restaurante do pavilhão social; recuperação da transparência do térreo do pavilhão social; substituição dos telhados dos três pavilhões; impermeabilização da laje da Veterinária; vedação total de todas as fachadas dos pavilhões para estancar processos de deterioração interna; e aprovação em 2017 do projeto da Vila Hípica. Previsão do início das obras é 2018/1.

A construção da nova Vila Hípica, com arquitetura compatível com o patrimônio arquitetônico tombado, é uma necessidade, pois a atual Vila Hípica, que suporta as atividades do turfe do clube, está em terreno em alienado para a empresa Multiplan. As principais características deste projeto são:

  • 22 cocheiras com infraestrutura privativa de convivência, vestiário, farmácia, ducha, depósito, serragem e escritório no segundo pavimento com vista panorâmica para a pista de corrida. Serão construídas em alvenaria de blocos de concreto estrutural aparente e cobertas com telhas metálicas duplas e térmicas, com ventilação natural permanente;
  • Capacidade para abrigar 436 cavalos (previsão de expansão até 766 cavalos);
  • Hospital Veterinário localizado dentro da área do Jockey Club, mas com acesso independente, visando a segurança sanitária. Possui aproximadamente 650m² de área construída, podendo receber até 18 cavalos para tratamento simultâneo. A infraestrutura do hospital veterinário, além de consultório, laboratório, farmácia, sala de reuniões e alojamento possui bloco cirúrgico completo climatizado atendendo as normas em vigor.
  • Portaria 24 horas com monitoramento de toda Vila Hípica através de câmaras;
  • Depósito para partidor e equipamentos de manutenção;
  • Área comercial com acesso público com lojas de diversos tamanhos.
Projeto
Flávio Kiefer e Lídia Arcevenco
Localização
Porto Alegre/RS
Área do Terreno
409670 m2
Área Construida
11733 m2
Data do Projeto
2015
Colaboradores
Acad. Marina Camara